08/03/2007

Aterro da Boavista - Poente
























Arquitecto:  Norman Foster + Ideias do Futuro
Projectos relacionados: Plano de Pormenor do aterro da Boavista Nascente

Veja animação 3D aqui

20 comentários:

Anónimo disse...

Mas que se passa?
Este projecto é miserável... para o local.
Torres para o Cais do Sodré/Santos.

Paulo disse...

é só 1 torre, bastante esguia. Não são "torres"...

Rui Luís Lima disse...

olá

se gostas de cinema vem visitar-nos em

www.paixoesedesejos.blogspot.com

todos os dias falamos de um filme diferente

paula e rui lima

Anónimo disse...

Espero que este projecto vá em frente =)

Tiago R. disse...

Inacreditável!
Se isto for contruído vai destruir todo o perfil ribeirinho da Cidade.
O Sr. Norman Foster é daqueles arquitectos que gosta é de ver os edifícios na planta. Se não se integra na cidade à volta, então mude-se a Cidade!
Porque é que ele não vai destruir o sistema de vistas lá para terra dele?

Pelha. disse...

Muito sinceramente não é uma das localizações preferenciais para a construção em altura em Lisboa, apesar disso, penso que o projecto deva prosseguir, será certamente um pequeno passo para a abertura de mentalidade da sociedade Lisboeta.

Jorge disse...

Como é que é possível não achar isto lindo?! Um projecto com uma volumetria perfeita coroado com um «farol» sobre Lisboa. Um tesouro para uma zona mais que moribunda. Um projecto cultural e revitalizador. Alô, recém chegados à cultura! Acordem... Queriam uns edifíciozinhos a imitar o pombalino?
Parabéns pelas imagens

Anónimo disse...

Parabéns pelo blog, é a 1ª vez que vejo imagens deste projecto! :)

Anónimo disse...

Das questões aqui levantadas algumas pertinentes outras somente servem para quem tem falta de argumentos.
Certo é que são projectos como estes que eram desenvolvimento nas cidades e potenciam o desenvolvimento muitas vezes estagnado, como é o caso desta zona da nossa cidade. Muitos são os armazén devolutos, edifícios em estado decadente e a ausência de população que dê vivência de rua.

Para os mais incrédulos nestas questões, não é uma torre que coloca em causa uma tradição nem tão pouco a volumetria de uma cidade. É sim um ponto de afirmação, um sinal de desenvolvimento e um olhar no futuro.

Ainda que tenhamos muitos arquitectos altamente competentes e talentosos no nosso país, não é de descurar que obras destas projectadas por alguns dos grandes nomes da arquitectura mundial, geram um turismo próprio e de grande relevância. Quem não gosta de ver um edifício de um Siza, um Souto Moura ou um qualquer outro arquitect nacional quando vai ao estrageiro numa noção de que as nossas raizes e o nosso nome se está a espalhar por um mundo que se quer cada vez mais global.

Creio que devemos acolher na nossa cidade projectos e edifícios mais ou menos irreverentes mas que sejam uma mais valia para Lisboa e um sinal de maior qualidade.

Bem hajam os arquitectos globais e as pessoas inteligentes qe os compreendem

Anónimo disse...

Era um bom projecto...se fosse para outra zona. Não me parece de facto que a localização seja a melhor.

Anónimo disse...

A zona deve ser requalificada, sem duvida alguma... mas como já foi dito não é o melhor local para se construir em altura.

Por tantas razões...
... atrás da localização desta suposta futura torre situa-se a colina de Sta. Catarina onde existe um Miradouro com o mesmo nome... ora Lisboa iria perder uma das suas melhores vistas directas para o Tejo cortada por um prédio sem qualquer propósito de ali se encontrar.

E de qualquer maneira estamos a falar da zona ribeirinha e central de Lisboa... não se trata de um Parque das Nações, Saldanha ou Amoreiras onde talvez ficasse melhor!

Anónimo disse...

ola sou mais radical
um novo mundo e
uma nova
lisboa
deitem tudo abaixo
e criem uma nova
Lisboa
que merece ser tratada
como tal
com respeito
com carinho
com afecto
e quem por la passar
ira sentir o romantismmo
nao arcaico
mas sim um romantismo moderno
num mundo moderno
e com certeza
ira voltar
e com certeza se ira falar
como uma grande lisboa de portugal
nao como lisboa
de uma provincia espanmhola
ou seja
por mim tudo novo.
predios antigos lixo
ruas lixo
miradouros?lixo
lisboa?
porque nao uma nova iorque?
o que eles tem e nos nao?
miradouros?
bem por mim o castelo ainda pode ficar
mas tambem pode se pensar em lixo.
patrimonio?
nos vivemos pelo o trabalho e somos pagos por isso
ou nos vivemos em funcao do que temos?
e conservamos e nao nos da nada...
epa bora...
construir,inovar,acelerar,criar,
tudo novo
portugal com vista no futuro
e nao no passado
porque ja perdemos tempo e comboio.
tudo novo
ja ninguem foge
e temos o que necessitamos
dinheiro e andamento,
e se calhar somos nos a nao imigrar
e somos nos nas ferias a irmos passear.
e agora vamos investir?
ou vamos cruzar os bracos
e so bla,bla,bla,e tentar lubridiar aquele que aceita
inovar...
na minha opinmiao nao deveria ser so uma torre
mas sim umas 500
era sinal de inovacao e poder.
agora um miradourozito
que nada da.
nem trabalho a um jardineiro
possivelmente.
temos de ir para frente pessoal
e
agora
querem investir

bora la.

Anónimo disse...

O projecto é muito elegante na forma e ficará bem junto a uma linha de água. Contudo, não é adequado para a zona.
Para algumas pessoas, Lisboa é como se fosse uma cidade do terceiro mundo onde todo o experimentalismo é permitido.
Passar por cima de uma ambiência histórica é absolutamente errado e transforma Lisboa numa outra coisa qualquer.
Só pensa em alterar tão radicalmente Lisboa quem obviamente não gosta dela.
Haverá outras formas mais harmoniosas de dar vida a uma zona deprimida desta cidade.

Anónimo disse...

e a torre compave? ja madei um e mail para a camara de lisboa a dizer que se deveria construir a torre compave. é um optimo projecto para aquela zona..e nao vejo o motive pela qual foi xumbado. mandem um email para a camara municipal de lisboa! Vams construir aquela torre! vao ao site da camara.

Anónimo disse...

quem é este maluco sempre a falar da torre compave?

Anónimo disse...

foi APROVADO!!!

Anónimo disse...

construam já isso pá..só conversa e vai ficando tudo na mesma.

Anónimo disse...

este projeto vem mesmo a calhar para a fregusia de santos porque vao reablitar uma zona muito degradada da cidade de lisboa,e penso que a torre nao vai ser problema penso eu de que!

Anónimo disse...

Se não se fizerem estes e outros projectos como é que os senhores arquitectos ganham a vidinha? Porque a postura pseudo-intelectual de paladinos da cultura não se compadece com a necessidade de meter uns "bons" mas sempre lucrativos projectos ao bolso!!!
Esta é a cultura do betão e do tijolo, na qual os lóbis (e são tantos e tão bem representados!!!)se comportam como verdadeiros buldozers esmagando tudo e todos os que possam empatar os seus belos e chorudos negócios!!!
Não se deixem enganar: a suposta e pretensa cultura dos arquitectos, com a qual pretendem superiorizar-se aos restantes cidadãos atende sempre e só ao dinheiro que lhes possa vir parar aos bolsos!!!
Um exemplo: a brilhante e gloriosa demolição de um troço da muralha fernandina lisboeta que resolveu atravessar-se num projecto de Sua Alteza Siza Vieira!!!!!!!!!
Fosse outro o autor ou o requerente e os acólitos Sizistas da C.M. L.viriam logo a terreiro impedir o atroz atentado ao património histórico nacional e vangloriar-se publicamente do feito!! Mas, como se tratava de Siza Vieira, ainda a tinta do requerimento não tinha secado e já estavam eles de joelhos...

Paulo disse...

Da maneira que o "anónimo" acima fala até parece que são os arquitectos que projectam tudo. O anónimo nunca ouviu falar no decreto 73/73. Caro anónimo, num estudo recente a mais 60.000 projectos, verificou-se que apenas 4% eram da autoria de arquitectos. Também se verificou que quem mais projecta e licencia projectos de arquitectura em Portugal são os "engenheiros de Minas". No geral, apenas 10% dos edifícios em Portugal são projectados por arquitectos. Sabe por exemplo quantos prédios no Cacém são da autoria de arquitectos? 1 (jardim de infância)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...